O Pólo Tecnológico de Pando (PTP) nasceu na Faculdade de Química (CF) em 2001 de uma estratégia da Universidade da República (UDELAR) para compartilhar suas pesquisas com o setor produtivo, sob a forma de consórcios risco compartilhado e recompensa.

A proposta surgiu da preocupação com o baixo nível de investimento da indústria uruguaia em pesquisa e desenvolvimento (R & D) para a inovação em produtos e processos.

O PTP é voltada para se tornar um centro de excelência nas áreas da química e da biotecnologia, onde, desde a investigação à inovação e ao desenvolvimento irá gerar fortes sinergias com a indústria farmacêutica, alimentar e ambiental.

Os objetivos específicos são a construção de um edifício de prestação de serviços de alta qualidade e implementar um sistema de gestão de Parque Tecnológico de Pando, onde convivem empresas e academia. O programa também promove a identificação e implementação de novas plataformas tecnológicas, a formação IP, a instalação da Unidade de Meio Ambiente e Nanotecnologia.

Mais informações: Pólo Tecnológico de Pando

ovtt.post-categories.explore